Por que eu gosto dos Beatles?

Pela música. Simplesmente por isso. Claro que Beatles não se trata apenas disso, apesar de ter sido uma banda de música. The Beatles também eram ou são: conceito, moda, mídia, cinema e mais um monte de coisa que todos estão cansados de saber. A história deles é absurda, o número de fãs que a banda tem até hoje, o sucesso que fizeram, a multidão que arrastaram, as mudanças que fizeram na forma de se fazer música, show, divulgação e tudo mais.

De certa forma eu sempre soube de tudo isso, mas era muito criança para entender. Conheço a banda desde que me entendo por gente, mas não sabia reconhecer ou definir nada. Lembro de músicas em português, cantadas pela Jovem Guarda, que só muito tempo depois fui saber que eram deles, dos Beatles. Enfim, desde que nasci sabia da existência dos meninos de Liverpool, mas só sabia disso, não vivia isso e não ouvia as músicas deles, só ficava ouvindo falar sobre eles.

Conhecia a fama, sabia que Paul, John, Ringo e George formaram a maior banda de todos os tempos, mas só sabia, não conhecia de fato. Ouvia o que todos diziam até que um belo dia…. parei para ouvir. Tinha comprado meu mp4 (detesto esses nomes, mp345678…) há pouco tempo. Fiquei diante do computador para enchê-lo de músicas, selecionei as bandas que eu já conhecia e me deparei com esse pequeno nome na minha frente: Beatles. Aí pensei, por que não colocar a música da maior banda de rock de todos os tempos no meu mp4? Aí coloquei, e fui embora.

Depois disso liguei meu querido mp4 e comecei a ouvir as músicas. Minhas canções preferidas acabaram e eu comecei a ouvir os Beatles, se não me engano eram os seguintes álbuns: Revolver, Let It Be, Rubber Soul e outro que não me lembro qual. Parei pra ouvir sem a menor pretensão, ou sem a menor pressão de ter que gostar. Simplesmente ouvi. As músicas acabaram. Achei que passaram muito rápido e comecei a repetir os álbuns. E os dias foram passando e não conseguia mais ouvir o resto das músicas que estavam no mp4. Foi aí que eu virei fã da banda, e do melhor jeito que poderia ter sido: pela música e simplesmente pela música.

Algumas pessoas olham pra minha cara e perguntam se eu gosto de Beatles, se gosto mesmo. Sei lá, acho que elas pensam que quem gosta da banda tem que ter uma cara, um jeito, como se os fãs tivessem que ser iguais. Ridículo isso. Muita gente diz que gosta de muita coisa, mas eu fico me perguntando: Será que gostam mesmo? Ou se é apenas porque o outro gosta e diz que é bom? Enfim, quem gosta de Beatles se acha superior, e isso eu pude comprovar. Parece que funciona assim: ah minha banda favorita é a melhor de todas, e você, gosta de quê? Dessa bandinha que tá aparecendo agora. Fã idiota tem em todo o lugar. Isso é sabido e notório.

Mas enfim, em me encantei pelos meninos de Liverpool pelo que eles fizeram de melhor: Música. O som é incrível, é difícil escolher a música que gosto mais, ou o álbum que gosto mais. Todas as canções foram feitas com um cuidado, com um esmero impressionante. O trabalho deles no estúdio era extremamente bem feito. E o resultado não poderia ser outro: Sucesso, sucesso e sucesso.

Ás vezes me pergunto como eu posso gostar de uma banda que acabou há 40 anos. Quando o grupo se separou minha mãe tinha 15 anos e a obra deles permanece forte até hoje,  isso é incrível. Conheço várias outras bandas, gosto de mais um bando de gente, mas eles estão em um nível acima. Posso me cansar de ouvir qualquer banda ou cantor, mas eles não. Nunca enjoa. Eles influenciaram todas as outras bandas que eu gosto e as que eu não gosto também. Beatles de fato está acima do bem e do mal, a banda acabou, dois integrantes já morreram, mas a obra ficou, ela sempre fica, né?! E a obra deles é uma das mais completas e bem feitas de todas, se não a melhor.

Comecei gostando pela música, isso pra mim é o essencial. Mas depois das canções vem outras coisas. O interesse por conhecer a história, de comprar qualquer revista que tenha uma matéria especial sobre eles, a curiosidade de conhecer a história, os filmes, a vida pessoal, enfim… de consumir tudo que a mídia produz sobre eles. A banda continua sendo comercializada e milhares de pessoas consomem isso, e eu estou entre elas. Conheço o principal que é a música, agora é partir para o lado histórico, conhecer e entender melhor quem foram esses quatro caras e como eles conseguiram formar e se transformarem na banda mais importante e influente da história.

Bom, e pra banda não ficar esquecida no tempo (coisa que eu acho que nunca vai acontecer) sempre é bom dar uma renovada. E isso aconteceu de uma forma linda. A produção de The Beatles Rock Band é uma verdadeira homenagem à banda e uma forma muito legal de eternizar as canções de Paul McCartney, John Lennon, Ringo Starr e George Harrison. Vou deixar aqui um dos vídeos do jogo, de uma das minhas canções favoritas, Here Comes The Sun.

Anúncios

Dois é bom, três é demais

Bom…tô aqui de novo. Mais uma vez tentando manter um blog e espero sinceramente  que dessa vez eu consiga. Vou começar contando a experiência de ouvir três músicas ao mesmo tempo. Estava com meu  mp4 ouvindo A Hard Day’s Night dos Beatles (É bom se acostumar porque eu sou fã “chata” da banda e provavelmente vou falar mais dela por aqui) e meu colega de van (vulgo José) estava com seu ipod curtindo seu Saint Germain. Cada um na sua, no seu estilo musical. Mas resolvemos compartilhar nossos fones e passamos a ouvir as duas músicas ao mesmo tempo. Foi meio louco, as canções não tinham sincronia, mas deu um bom resultado, ficou legal. Mesmo quando elas não combinavam a mistura era interessante.

Mas como eu disse… estávamos numa van que, infelizmente, tem um aparelho de som. Então nossa mescla de música foi obrigada a contar com um 3º elemento. Aquelas  músicas pop que tocam em rádio que somos obrigados a ouvir na van, no ônibus, no supermercado… Nada contra quem goste, é que eu não sou muito fã desse estilo de música, ainda mais quando ela interfere numa combinação sem noção, mas interessante de som.