Show alemão

Alemães comemoram o primeiro gol do jogo

Mais uma vitória alemã. Normal. A Inglaterra não fez nada no começo da Copa e seria difícil que ela começasse a jogar bem agora. Os germânicos começaram melhor. Klose, sempre ele, marcou mais uma vez (agora só faltam 3 pra igualar o Ronaldo). Falem o que quiser, mas Klose sempre decide, sempre faz gols em momentos importantes e… voltando ao jogo: Alemanha mereceu a vitória, mesmo com o erro da arbitragem. A bola do Lampard entrou e entrou muito, erro feio do juizão, mas….

Não interessa. O gol não foi validado, mas a Alemanha jogou muito melhor e mereceu a vitória. Os ingleses, como disse no último post, têm um time cheio de estrelas, mas elas não conseguem brilhar juntas. Rooney é um dos melhores jogadores do mundo e não conseguiu fazer nada na África do Sul. Gerrard é um excelente meia e não fez muita diferença para o time da terra da Rainha. Enfim… parece que os ingleses só jogam bem na Premier League.

E quanto aos alemães… temos que fazer um agradecimento a Boateng, jogador que atua pela seleção de Gana. Se não fosse ele a quebrar o tornozelo de Ballack, Özil não teria entrado no time, Schweinsteiger não se tornaria um volante, Müller provavelmente também não teria um lugar no time. Enfim, a ausência de Ballack foi muito positiva para os alemães. Sem o volante do Chelsea o time ficou mais rápido, mais dinâmico, mais objetivo, mais técnico e mais time. Com Michael Ballack todo mundo se sentia na obrigação de passar a bola pra ele, afinal ele era o cara, mas agora não. A Alemanha não tem um “cara”, tem vários, e todos muito bons.

Klose marcou o primeiro dos 4 gols da Alemanha. Com mais 4 ele ultrapassa o Ronaldo

Esse time jovem com o experiente Klose, que está em busca de quebrar o recorde de Ronaldo e se tornar o maior artilheiro da história das Copas, tem muitas chances de ser campeão do mundo. Uma seleção que joga em conjunto, que não favorece ninguém, nem mesmo o Klose que busca uma conquista pessoal (diferente do Brasil em 2006, que não jogou nada, mas deu o tal recorde pro Ronaldo). Essa Alemanha unida e cheia de talentos têm de tudo para ser a grande campeã na África do Sul. Agora é esperar os próximos jogos e torcer pelo impossível, ou seja, o México derrotar a Argentina de Maradona e com isso facilitar o caminho germânico rumo ao tetracampenato.

Anúncios